ENTRETENIMENTO

Gkay e Carlinhos Maia se reencontram após anos brigados e choram muito

Publicados

em


source
Gkay e Carlinhos Maia se reencontram após briga
Reprodução/Twitter

Gkay e Carlinhos Maia se reencontram após briga

Não é só barraco e pegação que acontece na Farofa da Gkay. Na madrugada desta quarta-feira (8), rolou um momento bem emocionante no palco da festa. Após Solange Almeida e Xand Avião selarem as pazes na Farofa , a anfitriã da festa recebeu uma surpresa de ninguém menos que Carlinhos Maia, com quem fez as pazes recentemente após passarem três anos brigados e sem se ver.

Carlinhos Maia entrou no palco de surpresa e fez Gkay cair no choro. Os dois humoristas se abraçaram chorando e a emoção tomou conta da Farofa. O marido de Lucas Guimarães entrou no palco carregando um buquê de flores para a comediante e ainda fez uma declaração.

“Isso não é um discurso sobre mim, hoje é completamente sobre você, sobre tudo que você conquistou, sobre todas as coisas que você fez pela sua família, pela mulher foda que você se mostrou ser, por todas as conquistas que eu tinha que assistir de longe, fingindo que não estava me importando. Mas acho que você sabe que sempre me importei. As coisas que a gente viveu no começo, que que sempre foi massa, e a gente vai conhecendo pessoas, vivendo histórias e vai mudando. Coisas tão pequenas… e a gente vai passando o tempo e deixando gigante. Mas é tão pequeno perto do começo e das coisas boas”, disse o humorista.

Leia Também:  Ludmilla é processada por falta de pagamento a ex-advogado, diz colunista

Gkay e Carlinhos Maia eram bastante amigos, mas passaram três anos sem ter contato após brigarem. Nenhum dos dois nunca falou abertamente sobre qual foi o motivo do desentendimento, mas o comediante já declarou que a fama “subiu a cabeça” deles. Gkay disse recentemente que ela e Carlinhos já haviam feito as pazes, mas tudo aconteceu à distância e eles ainda não tinham se reencontrado.


Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Morte de Elza Soares é destaque na imprensa internacional

Publicados

em


source
Elza Soares morreu aos 91 anos
Reprodução

Elza Soares morreu aos 91 anos

Morreu nesta quinta-feira (20) a cantora Elza Soares  aos 91 anos no Rio de Janeiro de causas naturais segundo informações confirmadas pela assessoria de imprensa de Elza.

É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais , conforme comunicado enviado pela assessoria da cantora.

A morte da cantora e compositora Elza foi destaque na imprensa internacional. O jornal argentino La Nación noticiou a morte da cantora apontando-a, no título, como lendária ”.

Já o norte-americano Washington Post recordou que Elza ficou famosa cantando samba no início dos anos 1960, antes de diversificar para outros gêneros, ganhando o título de cantora do milênio em um concurso da BBC de Londres em 1999.

A agência Reuters evidenciou o ativismo social que também marcou sua carreira. “Sua voz rouca tocou o público em todo o mundo com músicas que abordavam as dificuldades da vida no Rio, a justiça para as mulheres e o racismo na sociedade brasileira .

Leia Também

Leia Também

Rolling Stone, revista especializada em música também evidenciou as críticas sociais incorporadas por Elza a sua obra.  Foi aclamada por suas influências experimentais, que vão do afro-funk ao noise rock, e seu comentário social sobre a brutalidade policial, a violência contra pessoas LGBTQIA+ e a vida dos oprimidos no Brasil. Ela continuou produzindo música no final de sua vida e também recebeu indicações ao Grammy Latino por seus álbuns Deus é Mulher de 2018 e Planeta Fome de 2019 , segundo a reportagem publicada no site da revista.

O The Guardian foi direto: “Uma das melhores vozes brasileiras de todos os tempos “. Já a ABC News recordou que ela foi eleita pela BBC como a voz brasileira do milênio em 1999.

Leia Também:  A Vida da Gente Final: Rodrigo beija e faz declaração de amor para Manu

O site France 24h destacou a quantidade de trabalhos lançados por Elza ao durante quase sete décadas. “Com mais de trinta discos gravados em mais de 60 anos de carreira, a diva negra com seu timbre rouco característico foi considerada uma das maiores vozes da música brasileira .”

O portal português Diário de Notícias chamou: Elza Soares, ícone da música brasileira, morreu aos 91 anos “. A publicação também ressalta que ela era considerada “uma das maiores cantoras ” do país e que “ esteve na sombra durante alguns anos “, mas “ depois renasceu “.

O também português Público destacou que além de ícone da música brasileira, a artista, “n a década de 60 fez-se sambista, diva da ‘bossa negra ‘”.

O espanhol El Mundo escreveu que Elza era uma das mais populares e queridas do país . A publicação apontou que a cantora teve uma vida marcada por êxitos, mas também pela superação da fome e do racismo “.


Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA